IGC

O Laboratório de Sensoriamento Remoto - LABSere atua desde 2010 no desenvolvimento e aplicação de metodologias de tratamento de dados espectrais e espaciais nas áreas de hidrologia, vegetação arbórea e agricultura. Abriga atividades de ensino, pesquisa e extensão ligadas aos departamentos de Geografia, Hidráulica e Recursos Hídricos e Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, voltadas à capacitação profissional em análise espacial, a partir das geotecnologias. Merece destaque a atuação no desenvolvimento de soluções técnico-científicas para atender às demandas operacionais de instituições públicas e privadas, como Superintendência do Patrimônio da União - SPU, Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG, Instituto Mineiro de Gestão das Águas – IGAM e SJC Bioenergia.

logo FINAL

O GIPE tem como tema norteador o estudo integrado da paisagem da Serra do Espinhaço, com ênfase nas interfaces existentes entre as áreas protegidas e a produção do espaço. A área de abrangência e de foco da pesquisa constitui-se na Reserva da Biosfera da Serra do Espinhaço (RBSE) UNESCO 2005, qual seja, grande parte da porção da Serra do Espinhaço mineira (desde a região de Diamantina até a Serra do Cipó) e o Quadrilátero Ferrífero. Trata-se de uma região única em termos da paisagem mineira, palco de pressões sociais e econômicas que se refletem no conjunto de seu arranjo espacial, especialmente no que tange à questão ambiental de toda a RBSE, fato que resulta, inclusive, na existência de uma grande quantidade de Unidades de Conservação, sejam elas de proteção integral ou de uso sustentável.

 

As migrações na formação econômico-territorial de Minas Gerais (1700 – 1950)

Ralfo Matos  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-1 

A imigração internacional para Minas Gerais: as evidências com base nos registros administrativos

Duval Fernandes, Matheus Marques  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-2 

Minas Gerais no novo contexto das migrações do Brasil: uma reflexão sobre as trocas populacionais intra e interestaduais no quinquênio de 2005/2010

Denise Marques, Bruna Assis, Rafael Louis, Marden Campos   PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-3 

Mobilidade pendular e a redistribuição espacial da população nas áreas de influência das capitais regionais do interior de Minas Gerais

Paulo Fernando Braga Carvalho, Carlos LobPDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-4 

Avaliação dos padrões migratórios das regiões de influência das principais centralidades nas redes urbanas mineiras

Douglas Sathler, Ricardo Alexandrino Garcia  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-5 

A expressão demográfica e migratória dos pequenos municípios mineiros

Nayhara Gomes, Ralfo Matos, Carlos Lobo  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-6 

Emigração internacional de Valadares: as fraturas da ausência

Weber Soares  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-7 

Migração e pendularidade na RMBH em 1980 e 2010: entre o centro e a periferia

Alexandre Magno Alves Diniz, Carlos Lobo, Paulo Fernando Braga Carvalho, Ana Márcia Moreira AlviPDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-8 

Descentralização urbana, mobilidade residencial e movimento pendular na metrópole belo-horizontina

Leandro Cardoso, Guilherme de Castro Leiva, Jupira Gomes de Mendonça, Daniela Antunes Lessa  PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-9 

Família e migração no início do século XXI: o caso da Região Metropolitana de Belo Horizont

Marden Barbosa de Campos, Bruna Assis de AndradPDF

https://doi.org/10.29327/214826.1-10 

 

Publicação Completa PDF

https://doi.org/10.29327/214826.1 

O Núcleo de Geografia Urbana funciona na sala 3043 do IGC.  Tem como coordenador o professor Sérgio Manuel Merêncio Martins e como sub-coordenadora a professora Doralice Barros Pereira.

Vinculados ao Núcleo são desenvolvidos os seguintes projetos de pesquisa:

(i) A produção e organização sócio-espacial de unidades de conservação ambiental

(ii) A contribuição do IHGB para a construção do pensamento da geografia em Minas Gerais , sob coordenação da Profª Doralice Barros Pereira ;

(iii) As (im)possibilidades do urbano na metrópole contemporânea e

(iv) A metrópole e o automóvel, sob coordenação do Prof. Sérgio Manuel Merêncio Martins;

(v) “Práticas da produção do espaço e práxis na reprodução social pensadas a partir e por meio da metropolização contemporânea de Belo Horizonte”, sob coordenação do Prof. William Rosa Alves.

(vi) A influência de "Através do Brasil" para a construção do pensamento geográfico escolar, sob coordenção da Profa. Rogata Soares Del Gaudio

Todos os projetos envolvem discentes de graduação e/ou pós-graduação e contam com financiamento por meio de bolsas de pesquisa de iniciação científica e/ou de mestrado/doutorado.

Em 2011 o Núcleo de Geografia Urbana concentrou as atividades de organização do XII Simpósio Nacional de Geografia Urbana (SIMPURB), que incluiu o envolvimento de estudantes de graduação e pós-graduação com trabalhos aprovados no evento e também como monitores.

Imagem aue

 

Criado no início de 2013 e sediado no Instituto de Geociências da UFMG (IGC), o Grupo AUÊ! - Estudos em Agricultura Urbana se inspirou na trajetória de iniciativas sobre a temática da agricultura urbana já realizadas no âmbito da UFMG. Desde então, tem implementado e articulado ações de ensino, pesquisa e extensão, buscando aproximar as temáticas da agricultura urbana e da agroecologia aos diferentes campos de investigação em curso na Universidade, como o planejamento territorial urbano, espaço público cotidiano, questão ambiental urbana, conflitos socioambientais, questão agrária, organização popular, segurança alimentar e nutricional, economia popular e solidária, dentre outros.

O AUÊ! também sedia o NEA - Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica da UFMG, em decorrência do projeto de Extensão "Metrópole em Transição" (MCTI/MAPA/MDA/MEC/MPA/CNPq), que visa potencializar iniciativas de pesquisa, ensino e extensão em agroecologia e produção orgânica, promovendo a interação entre agricultores/as, organizações sociais e gestores/as públicos/as atuantes na RMBH.

As metodologias de atuação do AUÊ! se ancoram em processos participativos que reúnem pesquisadoras/es, estudantes de graduação e de pós-graduação do IGC e de outras unidades da UFMG e instituições de pesquisa, representantes de experiências populares, movimentos sociais e órgãos públicos que já desenvolvem ações que dialogam com a temática da agricultura urbana e agroecologia. Nesse sentido, a construção do conhecimento no âmbito do grupo é resultado de diálogos e ações com esses atores, com o objetivo de melhor compreender as experiências de agricultura na Região Metropolitana de Belo Horizonte e gerar transformações sociais e políticas através dos saberes e práticas agroecológicas.

Coordenação

Profª. Heloisa Soares de Moura Costa | Departamento de Geografia | IGC/UFMG

Daniela Adil Oliveira de Almeida | Doutora em Geografia | IGC/UFMG

Principais linhas de pesquisa

Agricultura Urbana, Agroecologia e Agricultura Orgânica;

Agricultura urbana, Agroecologia e Planejamento dos Espaços Urbano, Metropolitano e Regional;

Agricultura urbana, Organização social e Economia Popular e Solidária;

Agroecologia urbana e segurança alimentar e nutricional.

Integrantes e parcerias:https://aueufmg.wordpress.com/grupo/

Projetos:https://aueufmg.wordpress.com/projetos/

Publicações:https://aueufmg.wordpress.com/publicacoes-aue/

Mapeamentos:https://aueufmg.wordpress.com/mapeamentos/

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Site:www.aueufmg.wordpress.com

Redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/aue.agriculturaurbana/

Instagram: @aue.ufmg

Registro no Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil - CNPq

dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/2074272391233001

leste logo

O LESTE é um laboratório de pesquisa que oferece suporte a diversos trabalhos nas áreas de Geografia. Agrega docentes do Departamento de Geografia que atuam na Graduação e nos Programas de Pós-Graduação do IGC/UFMG, além de reunir alunos de pós-graduação e graduação, bolsistas de Iniciação Científica, bolsistas de extensão, estagiários e voluntários. 

Há vários anos, o LESTE tem sido o esteio para programas acadêmicos que apóiam o desenvolvimento de atividades acadêmicas que contribuem para a formação discente e melhoria do ensino na graduação. São atividades estruturadas, onde pesquisa e ensino são conduzidos por equipes de alcance interdisciplinar, oferecendo aos alunos infra-estrutura computacional, treinamento dirigido, banco de dados e oportunidade de discussão, reflexão e aprendizado sob trabalho cooperado. 

O laboratório, com o apoio do Departamento de Geografia, vem concorrendo com projetos junto à Câmara de Graduação para captação de bolsas para os alunos dos cursos de Geografia. Foram dezenas de alunos agraciados por esse benefício, um expressivo número de voluntários – que aproveitaram a oportunidade de aprendizado nessas experiências – e muitos docentes, de dentro e fora do Departamento, que se integraram aos projetos desde o ano 2000. Dentre os temas trabalhados, importa destacar a presença sempre constante da Cartografia Histórica e de áreas do conhecimento associadas à Análise Regional, População e Espaço, Rede Urbana e Geopolítica.

Infraestrutura

O laboratório dispõe de microdados de diversas pesquisas públicas (Censos Demográficos, Pesquisas Nacionais por Amostra Domiciliar, Relação Anual de Informações Sociais), além de bases cartográficas adquiridos do IBGE e bases próprias resultantes de pesquisas recentes. Atualmente, o LESTE conta com sete microcomputadores e dois laptops, uma impressora laser A4, scanner HP Scanjet 5100C, Datashow e equipamentos de apoio didático. Entre os programas executáveis mais utilizados pode-se citar: SPSS, ArcGis, MapInfo, MicroStation, Adobe Photoshop, entre outros. 

fotoleste1
Fotos - LESTE.

Projetos

 

Coordenação

  • Ricardo Alexandrino Garcia - Lattes

Professores pesquisadores

  • Ralfo Edmundo da Silva Matos - Lattes
  • Carlos Fernando Ferreira Lobo - Lattes
  • Diego Macedo - Lattes  

     

      Profissionais e bolsistas (graduação e pós-graduação)

  • Felipe Bertelli de Oliveira - Lattes
  • Tereza Cristina de Azevedo Bernardes Faria - Lattes
  • Paulo Eduardo  Alves Borges da Silva - Lattes
  • Davidson da Fonsêca Gaspar Veras - Lattes
  • Guilherme Francisco do Nascimento Pinto - Lattes
  • Gloria Ramos Soares - Lattes
  • Bárbara Henriques de Oliveira Lobo Cordeiro - Lattes
  • Lídia Marina Benícia Comini - Lattes

 

Cadernos do Leste

Produção Acadêmica

capa livroMMG

A lama o povo e a água

Relatório de campo e interpretações preliminares sobre as consequências do rompimento da barragem de rejeitos de Fundão (Samarco/VALE/BHP)

{slide=1. Objetivos:|closed}

O Laboratório de Climatologia e Biogeografia do IGC/UFMG constitui-se num espaço de trabalho destinado a reuniões, orientação e condução de aulas e pesquisas, construção e acomodação de equipamentos e materiais diversos relacionados às temáticas de climatologia e biogeografia. Atua, também, quando requisitado, no sentido de fornecer suporte com dados e informações para outras áreas do conhecimento científico.

 

{slide=2. Infraestrutura:|closed}

As instalações do laboratório contam atualmente com espaço físico para reuniões, bancas de defesa e aulas para pequenos grupos (máximo de 20 alunos) relativos às disciplinas optativas da graduação e de pós-graduação;

{slide=3. Ações desenvolvidas em conjunto com o laboratório:|closed}

3.1 Projetos: Avaliação da sustentabilidade socioeconômica e ambiental de propriedades rurais na Serra do Gandarela, MG (Financiador: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro);

3.2 Disciplinas: GEO 331 Climatologia e Análise Ambiental (Graduação); GEO 891 Organização Espacial do Clima em Ambientes Naturais e Urbanos (Pós-Graduação).

{slide=4. Equipe:|closed}

Coordenação atual:
Carlos Henrique Jardim, Prof. Associado, Depto. Geografia,
Sala: 313 / Telefone: 3409-6233 E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/2169892960432979

Professores-Pesquisadores, usuários e colaboradores:
Wellington Lopes Assis, Prof. Adjunto, Depto. Geografia,
Sala: 305 / Telefone: 3409-5430 E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7319113418076858

Bernardo Gontijo Prof. Associado, Depto. Geografia,
Sala: 325 / Telefone: 3409-5438 E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/0882015654292509

Janise Bruno Dias Profa. Adjunta, Depto. Geografia,
Sala: 325 / Telefone: 3409-5438 E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3439374916871672

Bolsistas Graduação:
Jaqueline da Consolação Silva

Pós-Graduação:
Marina Rozendo Silva
Débora Couto Assis

{slide=5. Localização e Contato:|closed}

Instituto de Geociências - Universidade Federal de Minas Gerais; Endereço: Avenida Antônio Carlos, 6.627, 1º Andar, Sala: 110; Bairro: Pampulha CEP: 31.270-901 - Belo Horizonte – MG.

{slide=6.Instituições Parceiras:|closed }

  • UFMG;
  • IGC;
  • CDTN.

logo

Laboratório de Geografia Agrária, Agricultura familiar e cultura camponesa é ligado institucionalmente ao Departamento de Geografia do Instituto de Geociências - IGC daUniversidade Federal de Minas Gerais - UFMG e atualmente contempla o Núcleo Terra & Sociedade de Estudos em Geografia Agrária, Agricultura Familiar e Cultura Camponesa do CNPQ. Tem como coordenadora Maria Aparecida dos Santos Tubaldini e como sub-coordenadora Lussandra Martins Gianasi. Os temas trabalhados no laboratório versam sobre questões agrárias, culturais e ambientais. 

{slide=Areas de atuação e linhas de pesquisa|closed}

*Agricultura Familiar e Campesinato, 

*Desenvolvimento Rural Sustentável, 

*Espaço Rural e Patrimônio Cultural, 

*Etnogeografia e Percepção Ambiental,  

*Etnossustentabilidade e Populações Tradicionais, 

*Educação Intercultural e Etnoambientalismo, 

*Mundo Rural e Questões de Gênero, 

*Alimentos como Patrimônio Rural - Produtos Tradicionais e Orgânicos, 

*Economia Solidária e Assentamentos Rurais, 

*Sistema de Informação Geográfica e Mundo Rural, 

*Turismo e Conservação Ambiental, 

*Turismo, Espaço Rural e Patrimônio Cultural.

{slide=O que fazemos|closed}

O laboratório de Geografia Agrária, Agricultura familiar e cultura camponesa é ligado institucionalmente ao Departamento de Geografia do Instituto de Geociências - IGC daUniversidade Federal de Minas Gerais - UFMG e atualmente contempla o Núcleo Terra & Sociedade de Estudos em Geografia Agrária, Agricultura Familiar e Cultura Camponesa do CNPQ. Desenvolvemos projetos de pesquisa-ação-educação que resultam do esforço intelectual conjunto de alguns pesquisadores do Departamento de Geografia credenciados junto ao Laboratório de Geografia Agrária e/ou ao Programa de Pós-Graduação em Geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais, que adotam uma perspectiva interdisciplinar em suas abordagens científicas de processos incidentes na realidade regional e local- e em que conexões/ interfaces da Geografia com outros campos do Conhecimento como a Antropologia, a História, a Psicologia, a Ecologia, a Agronomia. O desenvolvimento dos projetos de pesquisa conta com a participação indispensável de discentes resultando em orientação de iniciações científicas, extensões, monografias de graduação, dissertações de mestrado e teses de doutorado. E os pesquisadores envolvidos (docentes e discentes) desenvolveram investigações ricas, densas e detalhadas sobre questões agrárias, culturais e ambientais.

 {slide=Participantes|closed}

Bernardo Machado Gontijo

Possui graduação em Ciências Biológicas - Licenciatura pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1983), graduação em Geografia pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (1988), mestrado em Estudos Latino Americanos - Vanderbilt University (1992) e doutorado em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (2003). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2.  Atualmente é professor adjunto do Instituto de Geociências da UFMG. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geografia e Meio Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: unidade de conservação, vegetação, áreas verdes urbanas, transformação ambiental e turismo.
Ver currículo lattes completo.

Bruno Pereira Bedim

Professor efetivo do Departamento de Turismo da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Doutorando pela UFMG em Organização, Gestão e Produção do Espaço; Mestre pela UFMG em Geografia Humana; Bacharel em Turismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). No âmbito da pesquisa científica, atua principalmente nos seguintes temas: Gestão do Turismo em Parques Nacionais; Redes Complexas e Turismo; Cluster de Turismo; Planejamento Turístico; Impactos Econômicos do Turismo no entorno de Parques Nacionais; Turismo e Economia Política; Materialismo Dialético e Pesquisa em Turismo; Hospitalidade, Cultura e Economia Camponesa; Metodologia da Pesquisa em Turismo; Modernidade e Tempo Social; Patrimônio Cultural Imaterial; História Oral; Conflitos Ambientais no entorno de Unidades de Conservação; Fluxo Turístico e Eventos Esportivos. Na Universidade Federal de Minas Gerais, como pesquisador convidado, integra o Núcleo de Pesquisas Terra & Sociedade (IGC-UFMG). Tem experiência docente na área de Planejamento e Organização do Turismo, Gestão de Transportes em Turismo, Agenciamento e Elaboração de Roteiros Turísticos, Hospitalidade, Turismo e Meio Ambiente, Teoria Geral do Turismo, Prática de Planejamento, Turismo e Espaço Mundial.
Ver currículo lattes completo.

Heber Eustaquio de Paula

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (1988), Mestrado em Educação Física pela UFMG (1996) e Doutorado em Sociologia pela Universidade de Brasília (2003). Atualmente é Professor Adjunto III da Universidade Federal de Ouro Preto, atuando nos Cursos de Educação Física e Turismo. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em treinamento esportivo e formação profissional, atuando principalmente nos seguintes temas: educação física, história oral, sociologia do esporte, sociologia do lazer e sociologia do turismo. Atualmente exerce a Presidênia do Colegiado do Curso de Educação Física.
Ver currículo lattes completo.

José Antonio Souza de Deus

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1977); mestrado (1988) e doutorado (2003) em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Realizou pesquisas de campo na Amazônia brasileira- nos estados do Acre e Rondônia, ao longo da BR-364-, para empreender investigações relacionadas com sua dissertação, tese e projetos de pesquisa, estabelecendo então diálogo/ interlocução com lideranças das comunidades indígenas: Kaxinawá, Yawanawá, Arara, Gavião e Zoró. Desde 1982, é pesquisador e professor adjunto do IGC/ UFMG. De 2005 a 2006, foi também vice-diretor da Instituição. Atua em diferentes vertentes de investigação em Geociências (principalmente naquelas vinculadas à Geografia Cultural/ Etnogeografia e Ecologia Política/ Geologia do Planejamento) abordando sobretudo os seguintes conceitos/ temas: I. Etnogeografia, Socioambientalismo e Percepção do Espaço; II. Geografia Cultural, Indigenismo e Etnossustentabilidade; III. Paisagens Culturais; IV. Vivência Espacial, Toponímia e Topofilia. Pesquisa atualmente a percepção da "sociedade envolvente" sobre as comunidades indígenas e quilombolas nos contextos regionais do Vale do Rio Doce e Região Metropolitana de Belo Horizonte, já tendo participado de projetos de ensino/ pesquisa/ extensão em outros quadrantes do território mineiro (sobretudo nas regiões de antiga mineração) como o Quadrilátero Ferrífero, vales do Jequitinhonha e Mucuri, Serra da Mantiqueira, etc. É autor do livro "Geografia Cultural do Brasil/ Etnogeografia" (Editora UFMG, 2010) e de artigos em periódicos científicos nas áreas de Geografia e Geologia.
Ver currículo lattes completo

Karin Elise Bohns Meyer

Bióloga, graduada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1992), Mestre em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e Doutora em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Atualmente é Professor Adjunto da Universidade Federal de Minas Gerais e Diretora do Centro de Pesquisa Manoel Teixeira da Costa, CPMTC-IGC. Possui formação específica na área de Geociências-Paleontologia, com ênfase em Palinologia do Paleozóico (Permiano da Bacia do Paraná), Palinologia de Quaternário e palinofácies.
Ver currículo lattes completo.

Lussandra Martins Gianasi

 Possui doutorado em Geografia [Belo Horizonte - MG] pela Universidade Federal de Minas Gerais (2012), mestrado em Geografia [Rio Claro - SP] pela Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho (2001) e graduação em Geografia [Belo Horizonte - MG] pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997). É especialista pela Universidade Jaime I (2004) na Espanha em Gis e na Universidade Federal de Viçosa em Gestão Ambiental. Atualmente atua como sub-coordenadora e pesquisadora do Laboratório de Geografia Agrária, Agricultura Familiar e Cultura Camponesa do IGC-UFMG. Faz parte como pesquisadora do Núcleo de Pesquisas TERRA & SOCIEDADE do CNPQ. Tem experiencia na área de Geociências, com ênfase em Geoprocessamento, atuando principalmente nos seguintes temas: geografia agrária, geoprocessamento, cartografia e ensino, agricultura de precisão, rastreabilidade, estrutura fundiária, posse e uso da terra, mapeamento e análise espacial. Atuou como geógrafa, coordenadora de geoprocessamento, em empresa de exportação de soja, gerenciando a parte referente a rastreabilidade da *commodity* soja não transgênica.

Ver currículo lattes completo.

Maria Aparecida Tulbaldini

Orientadora de Mestrado e Doutorado Possui Licenciatura e Bacharelado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista, UNESP/Rio Claro, (1975-81), Mestrado em Organização do Espaço - Geografia pela Universidade Estadual Paulista-UNESP/Rio Claro (1982); Doutorado em Organização do Espaço/Geografia pela Universidade Estadual Paulista-UNESP/Rio Claro (1992) e Pós-Doutorado em Desenvolvimento Rural Local pela Universidade Nova de Lisboa- (Lisboa,Portugal). Atualmente é Professora Associada II da Universidade Federal de Minas Gerais(UFMG). É pesquisadora e professora do Programa de Pós-Graduação em Geografia (Mestrado e Doutorado) - IGC/UFMG, lecionando também na Graduação em Geografia. Tem experiência na área de Geografia (ênfase em Geografia Agrária), atuando principalmente nos seguintes temas:Agricultura Familiar, Campesinato Quilombola, Organização do Espaço Rural, Sustentabilidade na Agricultura, Desenvolvimento Rural Local, Agroecologia e Agricultura Orgânica e Valorização do Patrimônio.
Ver currículo lattes completo.

 Maria Luiza Grossi Araújo

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985), especialização em Percepção Ambiental e Espaço Urbano pela Universidade Federal de Minas Gerais (1987) e mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995). Atualmente é Professora Assistente II da Universidade Federal de Minas Gerais. Atuando principalmente nos seguintes temas: Percepção Ambiental, Percepção Ambiental e planejamento urbano.
Ver currículo lattes completo.

Marly Nogueira

Possui graduação - licenciatura e bacharelado - em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985 e 1987), mestrado em Geografia pela Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1994) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2003). É professora adjunta do Departamento de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais. Especialista na área de Geografia, com ênfase em Geografia Urbana, atuando principalmente nos temas da geografia urbana e rede urbana, da geografia de Minas Gerais, da região e da regionalização .
Ver currículo lattes completo.

Patrício Pereira Alves de Souza

É bacharel e licenciado em Geografia pela Universidade Federal de Viçosa (2008) e mestre em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2011). Atualmente é doutorando em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com bolsa do CNPq. Possui experiência de ensino nos níveis superior, médio e fundamental, na educação de jovens e adultos, em cursinho popular e em oficinas reflexivas junto a egressos do sistema prisional. Experiência de pesquisa nas seguintes temáticas: espacialidades étnico-raciais e de gênero, lugares festivos do Congado, espaço e memória, questões teórico-metodológicas em Geografia e educação em Geografia.
Ver currículo lattes completo

Sandra Maria Lucas Pinto Silva

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1974) e graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Minas Gerais (1976) . Atualmente é Professora do Curso de Graduação da Universidade Federal de Minas Gerais.
Ver currículo lattes completo.

 Valéria Amorim do Carmo

Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1988), mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1994) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Cartografia Ambiental; Desenvolvimento Rural Sustentável; Interpretação do Patrimônio.

Ver currículo lattes completo.

Valéria de Oliveira Roque Ascenção

 Professora Adjunta da Universidade Federal de Minas Gerais, Instituto de Geociências - Departamento de Geografia, atuando na Graduação e na Pós-graduação em Geografia, linha Teoria, métodos e linguagens em Geografia (IGC - UFMG), ênfase no Ensino da Geografia. Doutora em Geografia pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (2009), mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (2003), especialista em Metodologia do Ensino Fundamental e Médio pela Universidade Estadual de Minas Gerais (1999) e graduada em Geografia pelo Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (1991). Coordenadora do Grupo de Pesquisa e Ensino em Geografia (GEPEGEO-UFMG); integrante do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Educação Geográfica - NEPEG ( Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás). Desde 2000 atua na área do Ensino de Geografia, principalmente nos temas: formação docente; conhecimento do docente (ênfase docente Geógrafo);análise e produção de materiais didáticos; currículo e ensino de Geografia. Desenvolve, através do GEPEGEO, atividades extensionistas voltadas à formação de professores de Geografia atuantes no nível básica de ensino.

Ver currículo lattes completo

Virgínia de Lima Palhares

Possui graduação em geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1981), mestrado em geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995) e doutorado em geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010). Atualmente é professora adjunta do departamento de geografia do Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de geografia, com ênfase em geografia rural, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura, desenvolvimento rural, saberes tradicionais, sabores do rural, paisagem cultural rural, sertão. Coordena atualmente um projeto de pesquisa no Quadrilátero Ferrífero abordando os saberes e sabores do rural. É membro do Grupo de Pesquisa Geografia Humanista Cultural na Universidade Federal Fluminense e do Grupo de Pesquisa Geografia e Fenomenologia sediado no Centro de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (CHS) da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Unicamp.
Ver currículo lattes completo

 

{slide=Projetos em andamento e encerrados|closed}

Em desenvolvimento:

"Práticas pedagógicas e metodologias para a Educação escolar Quilombola em ambiente rural no município de Minas Novas, Capelinha e Chapada do Norte Vale do Jequitinhonha MG".

Projeto Fapemig de fomento à pesquisa financiado pelo governo do estado de Minas Gerais.

Coordenadora: Maria Aparecida dos Santos Tubaldini.

 

"Mapeamento e monitoramento Geo-participativo de Microbacias Hidrográficas".

Projeto PROEXT de fomento à extensão financiado pelo MEC.

Coordenadoras: Maria Aparecida de Souza Tubaldini e Lussandra Martins Gianasi.

 

Encerrados:

"Etnogeografia, Etnossustentabilidade e a Organização e Gestão do Território de Comunidades Tradicionais e Indígenas no estado de Minas Gerais".

Projeto Fapemig de fomento à pesquisa financiado pelo governo do estado de Minas Gerais

Coordenador: José Antônio Souza de Deus.

 

"Mapeamento e Análise das Estratégias de Reprodução Social Complementares da Agricultura Camponesa no Recorte Territorial de Minas Novas, Capelinha e Chapada do Norte - Vale do Jequitinhonha".

Projeto Fapemig de fomento à pesquisa financiado pelo governo do estado de Minas Gerais.

Coordenadora: Maria Aparecida dos Santos Tubaldini.

 

"Projeto Lavouras Comunitárias: Construindo Parcerias para o Desenvolvimento Rural Local Sustentável no Município de Senhora dos Remédios".

Projeto Fapemig de fomento à pesquisa financiado pelo governo do estado de Minas Gerais.

Coordenadora: Maria Aparecida dos Santos Tubaldini.

 

"O Papel da Mulher em Comunidades Rurais e Periurbanas e Núcleos de Afro-descendentes e Imigrantes no Processo de Reelaboração da Diversidade Cultural no Quadrilátero Ferrífero e Entorno".

Coordenadora: Maria Aparecida dos Santos Tubaldini.

 

"Ações de capacitação para promover cidadania aos agricultores(as) familiares das comunidades tradicionais quilombolas e de Moça Santa e Misericórdia em Chapada do Norte - MG e artesãs de Minas Novas no Vale do Jequitinhonha".

Projeto Fapemig de fomento à pesquisa financiado pelo governo do estado de Minas Gerais.

Cadastrado no Siex UFMG, acompanhe o projeto.

Coordenadora: Maria Aparecida dos Santos Tubaldini.

 

"Capacitação cidadã entre as mulheres agricultoras familiares e produtoras de alimentos em comunidades quilombolas de Chapada do Norte e de artesãs do Córrego dos Coqueiros - Minas Novas".

Projeto PROEXT de fomento à extensão financiado pelo MEC.

Coordenadoras: Maria Aparecida de Souza Tubaldini e Lussandra Martins Gianasi.

"Agricultura familiar, Sustentabilidade Ambiental e Territorialidades na Amazônia".

{slide=Eventos, seminários e palestras|closed}

Prof. Dra. Olga Mirian Vasek

Recebemos no mês de fevereiro de 2014 a Visita da Prof. Dra. Olga Mirian Vasek, professora do departamento de Química da Facultad de Ciencias Exactas y Naturales y Agrimensura, da Universidad Nacional del Nordeste, Argentina. A professora esteve em visita a universidade por meio de um intercambio docente, e foi alocada no laboratório Terra e Sociedade, vindo assim a conhecer os projetos do laboratório e a apresentar o projeto que está desenvolvendo em sua universidade e origem. Olga ministrou duas palestras aos estudantes do IGC-UFMG, intituladas  “Quesos artesanales de Corrientes como Sistema Agroalimentário Localizado (SIAL)”, “Có- Creación de valor para el Desarrollo Rural Territorial”.

visita olga 5

visita olga 2

{slide=Contato|closed}

estudos

 logo

O Laboratório de Solos e Meio Ambiente foi fundado em 2015 pela Professora Adriana Monteiro da Costa. Ele foi criado com o objetivo de auxiliar alunos e professores no estudo do meio ambiente, dando destaque para as áreas da pedologia e gestão de bacias hidrográficas. Para subsidiar tais pesquisas o laboratório conta com equipamentos de ponta e um corpo técnico qualificado.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  • Acontece

 

- Em setembro de 2017 foi publicado o artigo "Susceptibilidade à erosão no rio Gualaxo do Norte - MG no periódico de destaque nacional, Caminhos da Geografia. Esta pesquisa foi elaborada junto aos alunos de graduação do curso de Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais com a coordenadora do laboratório de Solos e Meio Ambiente e pesquisador parceiro. O artigo realizou o mapeamento da susceptibilidade à erosão na Bacia Hidrográfica do rio Gualaxo do Norte, Mariana (MG), utilizando análise multicritério.

Abaixo o artigo na íntegra

 Susceptibilidade à erosão no rio Gualaxo do Norte

 

- A pesquisa apresentada pelos integrantes do Núcleo ISZA-IGC/UFMG foi selecionado dentre 490 trabalhos, como um dos 6 melhores do 14° Congresso Nacional de Meio Ambiente.

 14 Congresso naciona de meio ambiente 2017

Parabéns a todos!

 

  • Últimas atividades do Núcleo de Referência ISZA

No mês de junho e julho diversos alunos integrantes do Laboratório de Solos e Meio Ambiente apresentaram seus trabalhos de conclusão de curso e qualificações de mestrado. Os trabalhos apresentados fazem parte dos projetos que estudam a bacia hidrográfica do Córrego Marinheiro e a Serra do Gandarela.

Parabéns aos alunos por concluírem mais esta etapa! Sucesso!

Defesa Polyana TCC e Matheus  3

 

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Ocorrido na primeira semana de março. o Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio dos Velhas subsidiou o Curso de Formação: Projetos de demandas espontâneas 2017, onde a professora Adriana Monteiro palestrou sobre Intervenções ambientais e impactos ambientais positivos.

Abaixo o link da palestra na íntegra.

Curso Projetos Demandas Espontâneas 2017 - Adriana Monteiro

 curso comite1

curso comite2

curso comite3

curso comite4

  

{slide=Infraestrutura|closed}

As instalações físicas do Laboratório Solos e Meio Ambiente contam com dois ambientes, sendo elas:

• Laboratório de análises físicas do solo; e
• O Núcleo de Referência ISZA.

{slide=Análises realizadas no laboratório|closed}

Parâmetros Físicos
• Estabilidade de agregados;
• Densidade do solo e de partículas;
• Curva de retenção de água;
• Macro e Microporosidade do solo;
• Limite de liquidez

Parâmetros Químicos
• pH;
• Condutividade elétrica; e
• Análise de água (pH, temperatura, pressão (profundidade), condutividade (salinidade), ORP, OD, NH4+, NO3-, Cl-, CO2 e turbidez).

{slide=Núcleo de Referência ISZA|closed}

isza

No Núcleo de Referência ISZA, são desenvolvidas atividades de aprimoramento das ferramentas ISA e ZAP, metodologias oficiais do Estado de Minas Gerais para avaliação da Sustentabilidade Socioeconômica e Ambiental das propriedades rurais e de bacias hidrográficas.

isza3

{slide=Grupo de Estudos Integrados Solos e Sustentabilidade- GEISS|closed}

O Grupo de Estudos Integrados Solos e Sustentabilidade foi fundado pela professora Adriana Monteiro da Costa, com objetivo de estudar as interações entre os fatores ambientais, sociais e bilógicos. Atualmente o grupo dedica-se ao estudo do Zoneamento Ambiental Produtivo para bacias Hidrográficas e a Gestão dos Recursos Hídricos na Microbacia Hidrográfica do Córrego Marinheiro, dentre outras.

{slide=Projetos|closed}

• 2016 Avaliação e monitoramento de indicadores de qualidade em propriedades rurais no município de Barra Longa, MG

• 2016. Avaliação da sustentabilidade socioeconômica e ambiental de propriedades rurais na Serra do Gandarela, MG.

• 2014. Recursos hídricos na Bacia do Córrego do Marinheiro, Sete Lagoas, MG: gestão do uso da terra, qualidade da água e disponibilidade para sistemas irrigados.

Este projeto visou a análise integrada da bacia e da gestão do território, do planejamento do uso da terra, além de subsidiar a elaboração, o aprimoramento e implementação de políticas públicas.
Neste vídeo a professora Adriana Monteiro aborda sobre o projeto e sua importância para a melhoria da gestão da bacia hidrográfica

 

• 2014. Sustentabilidade da Bacia do Rio Pandeiros-MG: Dinâmica de Vertentes da Bacia do Rio Pandeiros

• 2014. METRÓPOLE EM TRANSIÇÃO? Implantação do Núcleo de Estudo em Agroecologia e Produção Orgânica/UFMG na Região Metropolitana de Belo Horizonte Pandeiros

• 2013. Avaliação do desempenho ambiental e socioeconômico de estabelecimentos agropecuários.

• 2013. Planejamento e elaboração do escopo de estudos para avaliação do desembarque pesqueiro e caracterização socioeconômica de pescadores na área de influência da futura UEH Itaocara, Rio Paraíba do Sul.

{slide=Publicações Científicas Internas|closed}

Trabalhos de Conclusão de curso

1. Klinsmann Cortezzi Pedras. Mapeamento geomorfológico como subsídio à análise da dinâmica hidrológica da Bacia Hidrográfica do Córrego Marinheiro / Município de Sete Lagoas (MG). 2017.

2. Laís Pinheiro Evangelista. Levantamento de impacto ambiental em nascentes: a bacia hidrográfica do Córrego Marinheiro, Sete Lagoas − MG. 2017. 

3. Erika da Silva Amorim Nogueira. Geografia e educação ambiental: contribuições para a formação da consciêcniaaaaa ambiental dos alunosdo ciclo complementar de alfabetização da escola estadual Carlos Góis, no município de Campo Gerais-MG. 2016. 

4. Brunno Cesar Pereira. Interpretações de mapas de solos de diferentes escalas para a Microbacia do Córrego do Marinheiro: implicações de uso e manejo. 2015. 

5. Rodrigo Estevam. Áreas de preservação permanente às margens de cursos d' água: estudo de caso no bairro Vila do Carmo Piranga, MG. 2015. 

6. Amanda Ribeiro de Oliveira. Avaliação da aptidão de uso atual do solo para identificação de conflitos no município de Congonhas (MG). 2013. 

7. José Luiz de Oliveira. Impactos socioeconômicos e ambientais advindos da tomatecultura de Carmópolis de Minas segundo os Indicadores de Sustentabilidade em Agrossistemas. 2013.

 

 Dissertações de Mestrado

1. Jonas Rodrigo do Amaral. Caracterização físico-hídrica dos solos da bacia do Córrego Marinheiro, Sete Lagoas ? MG. 2017. 

2. Gustavo Bretas Lage. Contagem automatizada de árvores em plantios comerciais de eucalipto a partir de modelos digitais produzidos através de tecnologia Light Detection and Ranging (LIDAR). 2017. 

3. Dalila F. Moreira dos Santos. Dinâmica do uso e cobertura do solo nos municípios de Sete Lagoas e Prudente de Morais ? MG: Uma análise espacial do crescimento urbano. 2016. 

4. Amanda Ribeiro de Oliveira. Relações solo-paisagem e modelo de predução de solos da bacia do córrego Marinheiro, Sete Lagoas (MG). 2016. 

5. Siumara Santos Oliveira. (Des)caminhos da resistência camponesa nos assentamentos de reforma agrária: Avaliação da sustentabilidade socioeconômica e ambiental no assentamento Roseli Nunes. Município de Mirassol do Oeste/MT. 2015. 

6. Luiz Fernando Leal. Gênese e erodibilidade dos solos da Bacia do Córrego do Marinheiro, Sete Lagoas (MG). 2014. 

7. Angélica Tatiana Estevam. Correlação Solo-Relevo-Material de Origem em Duas Topolitossequências na Serra do Pinho - Catas Altas (MG). 2013. 

 

{slide=Publicações Científicas Externas|closed}

1. Análise da Paisagem a Partir da Estratificação Ambiental: Estudo da Bacia do Córrego Maria Casimira – André Do Mato Dentro/MG
2. Associação Entre Observações Macroscópicas e Análises Laboratoriais no Estudo Genético de Solos do Quadrilátero Ferrífero, MG
3. Avaliação do Desempenho Socioeconômico e Ambiental de um Estabelecimento Agropecuário em Minas Gerais Através da Metodologia dos Indicadores de Sustentabilidade Em Agroecossistemas – ISA
4. CHANGES IN LAND USE AND VARIATIONS OF RAINFALL AND TEMPERATURE IN THE RIVER BASIN MARINHEIRO IN SETE LAGOAS-MG.
5. Estoque De Carbono de um Latossolo sob Diferentes Sistema de Manejo do Solo.
6. Balanço morfogenético-pedogenético da microbacia do córrego do Marinheiro, Sete Lagoas (MG).
7. Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas – Isa
8. Fertilização com Dejetos Suínos: Influência nas Características Bromatológicas da Brachiaria Decumbens e Alterações no Solo.
9. Mudanças no Uso da Terra e Variações da Chuva e Temperatura na Bacia Hidrográfica do Córrego Marinheiro em Sete Lagoas-MG.
10. Revista Manuelzão.

{slide=Links Úteis|closed}


AGB - Associação dos Geógrafos Brasileiros http://www.agb.org.br/
ANA - Agência Nacional de Águas http://www.ana.gov.br/
ANPEGE - Associação Nacional de Pós-Graduação em Geografia http://www.anpege.org.br/
APROGEO - Associação Profissional de Geografia http://www.aprogeomg.org.br/
CREA - Conselho Regional de Engenharia, Agronomia, Geografia e Geologia http://www.crea-mg.org.br/
CAPES http://www.capes.gov.br/
CNPq http://www.cnpq.br/
FAPEMIG http://www.fapemig.br/
FEAM - Fundação Estadual do Meio Ambiente http://www.feam.br/
FUNDEP http://www.fundep.ufmg.br/
IBAMA - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis http://www.ibama.gov.br/
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística http://www.ibge.gov.br/
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística / Biblioteca Digital http://biblioteca.ibge.gov.br/
IEF - Instituto Estadual de Florestas http://www.ief.mg.gov.br/
IGAM - Instituto Mineiro de Gestão das Águas http://www.igam.mg.gov.br/
ISA – Indicadores de Sustentabilidade em Agroecossistemas http://www.alice.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/956042/1/Indicadoressustentabilidade.pdf  / http://www.epamig.br/index.php?option=com_content&task=view&id=1730&Itemid=175
MAPBIOMAS - http://www.mapbiomas.org/
MMA - Ministério do meio Ambiente http://www.mma.gov.br/
Revista Brasileira de Geomorfologia http://www.lsie.unb.br/rbg/index.php/rbg
Revista Geografias http://www.igc.ufmg.br/portaldeperiodicos/index.php/geografias
SEMAD - Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais http://www.semad.mg.gov.br/
Sociedade Brasileira de Ciência do Solo www.sbcs.org.br
UFMG http://www.ufmg.br/
UFMG – Biblioteca de Teses e Dissertações http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/

{slide=Equipe|closed}

Coordenação
Adriana Monteiro da Costa
Professora Adjunta III
Departamento de Geografia
Sala: 314 / Telefone: 3409-5433 E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..
Currículo Lattes

Bolsistas Graduação

Brenda Fernandes Limoeiro

Klinsmann Cortezzi Pedras

Laís Pinheiro Evangelista

Polyana Duarte

 

Bolsistas Pós-Graduação

Dayane Freitas

Gustavo Bretas Lages

Ivana de Marco Horta

Jonas do Amaral

Max Paulo Rocha Pereira

 

Professores e Pesquisadores colaboradores

João Herbert Moreira Viana

{slide=Localização e Contato|closed}

Instituto de Geociências - Universidade Federal de Minas Gerais
Endereço: Avenida Antônio Carlos, 6.627 Andar: 1º Sala: 108
Bairro: Pampulha CEP: 31.270-901 - Belo Horizonte - MG
Telefone: (31) 3409-3788
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Mapa de localização do Instituto de Geociências (IGC/UFMG)

 

 

{slide=Instituições Parceiras|closed}

instparc2

 

Cnpq-logo

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Apresentação

Visite nosso site: https://rivusufmg.wixsite.com/home/laboratorio

 

Laboratórios

Publicações

IGC - Av. Antônio Carlos, 6.627 - Pampulha - CEP: 31270-901 Belo Horizonte - MG / Acesso restrito